quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Um relato de fé e ações

Eu vou lhe mostrar a minha fé por meio das minhas ações. (Tg 2.18b)
Se tivesse tempo, papel, tinta e memória suficientes, e menos modéstia, Tiago poderia ter se estendido bem mais depois de escrever: “Eu vou lhe mostrar a minha fé por meio das minhas ações”. Ele abriria o verbo assim:
“Embora tenhamos sido criados no mesmo lar e tido a mesma mãe, eu e meu irmão não críamos em Jesus. A essa altura, em meu íntimo e sem ofender minha mãe e meu pai, nunca acreditei naquela história que eles nos contavam de que o Senhor era filho só de minha mãe. De vez em quando, pensava que Jesus era megalomaníaco, por dizer, por exemplo, que ele e o Pai eram uma só pessoa. Os milagres que Jesus fez, sua sabedoria, as horas que gastava em oração, a transfiguração que, segundo os filhos de Zebedeu, ele sofreu naquele monte – eu atribuía tudo isso ao fato inegável de que ele era um paranormal e nada mais.
“Porém, depois que fiquei sabendo do túmulo vazio, apesar da presença de uma guarda numerosa da tarde de sexta-feira até a madrugada do primeiro dia da semana – eu e meus irmãos entregamos os pontos! Eu pedi desculpas à minha mãe por ter duvidado de que a primeira gravidez dela havia sido, de fato, sobrenatural. Imediatamente me tornei discípulo de Jesus e comecei a me reunir com minha mãe, meus irmãos, os apóstolos e os demais discípulos, para orar num sobradinho de Jerusalém. Eu era um dos 120 irmãos que elegeram Matias para o lugar de Judas. Com o passar do tempo, passei a ter muito destaque na igreja, tenho sido uma das colunas dela, e desempenhei um papel importante no Concílio de Jerusalém. Tudo isso aconteceu porque a graça de Deus se manifestou salvadora a mim por meio da fé – aquela fé associada e comprovada pelas ações, sobre a qual estou escrevendo a vocês, o povo de Deus espalhado pelo mundo inteiro”. A fé com obras transforma céticos em crentes!
* Retirado de Refeições Diárias com os Discípulos. Editora Ultimato.

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, e verifiquei que eu estava a seguir sem foto, por motivo de uma acção do google, tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço.
António Jesus Batalha.