sexta-feira, 9 de junho de 2017

Seja muito bem-vindo!

Querido, obrigado pela visita. Meu objetivo fundamental é divulgar o infinito amor de Deus. Falar que sem Ele não há vida, não há sentido de caminharmos, de cartunizarmos, de fazermos tudo o que sentimos e pensamos. Aqui, você encontrará muita charge, cartum, caricatura, tirinhas, eventos relacionados a arte, (veja também à direita, na coluna “Arquivo”), teologia, pesquisa, personalidades que marcaram a minha vida, entrevistas, homenagens, vídeos que merecem todo destaque, etc. Espero que você goste e volte sempre! Aliás, podemos também estar juntos no Facebook e Instagram (flamirdesigner). Um grande abraço! Fique na paz dEle.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

quinta-feira, 24 de março de 2016


                                           Charge publicada na revista GeraçãoJC. Veja mais na seção CHARGES.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Um relato de fé e ações

Eu vou lhe mostrar a minha fé por meio das minhas ações. (Tg 2.18b)
Se tivesse tempo, papel, tinta e memória suficientes, e menos modéstia, Tiago poderia ter se estendido bem mais depois de escrever: “Eu vou lhe mostrar a minha fé por meio das minhas ações”. Ele abriria o verbo assim:
“Embora tenhamos sido criados no mesmo lar e tido a mesma mãe, eu e meu irmão não críamos em Jesus. A essa altura, em meu íntimo e sem ofender minha mãe e meu pai, nunca acreditei naquela história que eles nos contavam de que o Senhor era filho só de minha mãe. De vez em quando, pensava que Jesus era megalomaníaco, por dizer, por exemplo, que ele e o Pai eram uma só pessoa. Os milagres que Jesus fez, sua sabedoria, as horas que gastava em oração, a transfiguração que, segundo os filhos de Zebedeu, ele sofreu naquele monte – eu atribuía tudo isso ao fato inegável de que ele era um paranormal e nada mais.
“Porém, depois que fiquei sabendo do túmulo vazio, apesar da presença de uma guarda numerosa da tarde de sexta-feira até a madrugada do primeiro dia da semana – eu e meus irmãos entregamos os pontos! Eu pedi desculpas à minha mãe por ter duvidado de que a primeira gravidez dela havia sido, de fato, sobrenatural. Imediatamente me tornei discípulo de Jesus e comecei a me reunir com minha mãe, meus irmãos, os apóstolos e os demais discípulos, para orar num sobradinho de Jerusalém. Eu era um dos 120 irmãos que elegeram Matias para o lugar de Judas. Com o passar do tempo, passei a ter muito destaque na igreja, tenho sido uma das colunas dela, e desempenhei um papel importante no Concílio de Jerusalém. Tudo isso aconteceu porque a graça de Deus se manifestou salvadora a mim por meio da fé – aquela fé associada e comprovada pelas ações, sobre a qual estou escrevendo a vocês, o povo de Deus espalhado pelo mundo inteiro”. A fé com obras transforma céticos em crentes!
* Retirado de Refeições Diárias com os Discípulos. Editora Ultimato.

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Geração Z: nascidos na alta tecnologia - Parte 2

Já tivemos a “Geração Coca-cola”, a “Geração X”, a “Geração Y” e agora temos a “Geração Z”. Cada uma tem sua particularidade. A Geração Z, por exemplo, já nasceu conectada. A maior parte dessa galera não conhece o mundo sem a internet. Ela está altamente movida pela tecnologia e, lógico, marcada pela globalização. Confira mais cartuns na seção CHARGES. Você pode visitar também a página da Geração JC e ser edificado com as reportagens, entrevistas, artigos, blog e muitos mais! Valeu, pessoal!